Noções básicas de cuidados com orquídeas



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Uma orquídea bem cuidada pode fazer maravilhas pela sua vida. A presença desta atraente planta em sua casa pode fazer muito pelo seu humor e pelo design do seu espaço interior.

Mas se você quer colher os benefícios da propriedade de uma planta de orquídea, você tem que fazer questão de cuidar bem dela. Felizmente, a manutenção de plantas de orquídeas não precisa ser difícil, frustrante ou demorada. A pessoa média, mesmo aquelas com habilidades de jardinagem muito limitadas, pode manter as plantas de orquídea em uma condição de floração saudável por longos períodos de tempo.

Noções básicas de cuidados com orquídeas

Aspecto do CuidadoCondições ideais

1. Iluminação

Depende da variedade específica de orquídea. Use a cor da folha como guia.

2. Rega

Regue a cada 5-12 dias durante as primeiras horas da manhã. Umedeça levemente o solo ao regar.

3. Umidade

Alta umidade é a melhor (50-70% é o ideal).

4. Fertilizante

Use fertilizantes específicos para orquídeas cerca de uma vez por mês. O fertilizante 20-20-20 é ideal.

5. Repotting

A cada dois anos.

1. Iluminação

Às vezes, pode ser difícil para os proprietários de orquídeas conseguirem descobrir se estão ou não gerenciando suas necessidades de luz da maneira correta. Se você deseja determinar se sua orquídea está recebendo luz suficiente, preste muita atenção em suas folhas.

Concentre-se especificamente na coloração das folhas. Use a tabela abaixo para interpretar a cor das folhas da sua orquídea.

Cor das folhasO que significa

Verde Brilhante

Sua planta de orquídea é saudável.

Deep Green

Não há luz suficiente.

Verde-avermelhado

Muita luz.

Variedades Oncidiums, Dendrobiums e Cattleyas:

Essas variedades de orquídeas têm requisitos de luz mais elevados. Se sua orquídea faz parte de qualquer uma dessas categorias, você deve colocá-la em uma janela que olhe para oeste ou sul para aumentar a exposição ao sol.

Variedades Paphiopedilums, Phalaenopsis e Miltonias:

Essas orquídeas geralmente se dão bem com níveis de luz reduzidos. Se você tem esses tipos de orquídeas, deve colocá-las em áreas que não sejam muito próximas da janela. Você também pode optar por colocar essas plantas em janelas voltadas para o norte ou para o leste.

2. Rega

A rega regular é importante para quem deseja manter suas plantas vivas e prósperas. As orquídeas crescem naturalmente nas florestas tropicais. Isso não significa, porém, que exijam uma rega significativa. Regar demais sua orquídea pode causar danos ao sistema radicular e, por fim, matar a planta.

Regue a sua orquídea em intervalos de 5 a 12 dias e regue nas primeiras horas da manhã. Não regue com mais freqüência do que isso. Lembre-se também de que a época do ano também pode influenciar a frequência com que você deve regar sua planta de orquídea. Condições de clima quente exigem mais irrigação. Os dias mais frios, por outro lado, exigem menos. Lembre-se de regar sua orquídea com mais frequência no verão.

O tempo de secagem é essencial para uma planta saudável. Coloque o dedo cerca de 2,5 cm no solo. O solo deve estar ligeiramente úmido ao toque, se for esse o caso, sua planta não precisa de mais água.

Use as folhas da planta como medida de sua saúde geral. As folhas que parecem enrugadas geralmente indicam hábitos de rega incorretos.

3. Umidade

As orquídeas são nativas da floresta tropical, portanto, quando vivem em ambientes fechados, é importante garantir que recebam umidade suficiente. Eles normalmente requerem algo entre 50 e 70 por cento de umidade.

Há muitas maneiras de aumentar a umidade do espaço interno. Aqui estão alguns métodos para alcançar um nível mais alto de umidade para ajudar a manter sua orquídea feliz:

  • Coloque um "pires de umidade" que contenha água perto de sua orquídea.
  • Coloque uma bandeja de venda sob sua planta.
  • Cultive sua orquídea em um local úmido, como um banheiro.
  • Borrife levemente sua planta diariamente.
  • Use um umidificador.

Em caso de dúvida, geralmente é uma aposta segura aumentar o nível de umidade. As orquídeas adoram muita umidade e é muito difícil vencê-la.

4. Uso de fertilizante

Use um fertilizante desenvolvido exclusivamente para orquídeas. A maioria dos fertilizantes para orquídeas sugere o uso mensal. Fertilizar uma planta de orquídea com menos frequência pode levar ao atraso do crescimento e também minimizar a floração. A fertilização excessiva pode desencadear a queima das folhas e raízes.

Use um fertilizante balanceado. Um fertilizante é considerado equilibrado se todos os três números "NPK" forem iguais, como "20-20-20". Não é necessário saber o que significam os números NPK, basta olhar a embalagem do seu fertilizante, ela listará quais são os seus números NPK.

Tente ficar longe de fertilizantes que também contenham quantidades significativas de uréia. Pode até ser uma boa ideia escolher um fertilizante de orquídea totalmente desprovido dele.

5. Repotando sua planta de orquídea

O replantio é outra parte crucial do sucesso da propriedade de uma planta de orquídea e geralmente é a parte mais esquecida do cuidado com a orquídea.

Quando Repot sua planta de orquídea:

  • Já se passaram dois anos ou mais desde o último repoteamento.
  • Cuidados com a luz, água, umidade e fertilizantes são ótimos, mas a planta se recusa a florescer.
  • Se você notar uma abundância de raízes longas nas laterais do vaso.

Nota: As orquídeas Phalaenopsis são conhecidas por durarem mais tempo sem a necessidade de replantio.

Se você decidir que o replantio é necessário para sua planta, certifique-se de manusear sua orquídea delicadamente durante este processo. Extraia toda e qualquer raiz que esteja morta, que esteja macia ou pareça estranhamente escura. Empurre as raízes da planta para dentro do recipiente. Introduza alguma casca úmida na equação.

Após a conclusão do replantio, não execute nenhuma ação antes de decorrida cerca de uma semana. Depois de uma semana, você pode continuar administrando suas funções típicas de fertilização e irrigação. Tome cuidado para não voltar a fertilizar e regar muito rapidamente após o replantio, pois isso pode causar estresse adicional na planta.

Por que minha orquídea não floresce?

Provavelmente, o problema mais comum experimentado pelos proprietários de orquídeas é a dificuldade em fazer a planta florescer. Pode ser extremamente frustrante lidar com uma planta de orquídea que simplesmente se recusa a florescer por qualquer motivo.

Não há uma solução simples que eu possa dar para corrigir esse problema, pois as orquídeas só florescem quando todas as condições são adequadas. Se você tem uma orquídea em flor, pode ter certeza de que sua rotina de rega, condições de iluminação, umidade e uso de fertilizantes estão dentro da faixa ideal.

Se você está lutando contra problemas emergentes, comece pelo básico. Certifique-se de que as condições para a sua orquídea são ideais. Comece com as condições de iluminação e trabalhe em todas elas. Se todas as condições parecem boas, mas sua planta ainda não está florescendo, considere replantar sua orquídea, pois este é o aspecto de cuidado mais negligenciado.

Orquídeas felizes para um feliz você

Uma orquídea é sem dúvida uma das mais belas plantas de interior que você pode ter em sua casa. Muitas vezes são dados como presentes para pessoas que simplesmente não estão cientes dos cuidados adequados com essas plantas incríveis.

Não tenha pressa e siga as recomendações de cada seção deste artigo. Se você fizer isso, posso garantir que você terá uma das mais belas plantas de interior florescendo em pouco tempo.

Perguntas e Respostas

Questão: Quebrei o topo da minha orquídea, como faço para consertar?

Responda: A melhor maneira de abordar um caule quebrado (ou pico de flor) em uma orquídea é apará-lo corretamente e tentar fazer a planta florescer durante a próxima estação de crescimento. Siga estas etapas para ter a melhor chance de isso:

1 - Esterilize uma tesoura ou tesoura aparadora para ajudar a garantir que você não introduz nenhuma infecção bacteriana na planta. Eu borrifo álcool isopropílico (70% no mínimo) na tesoura e deixo descansar por alguns minutos. Em seguida, seque a tesoura antes de usar com uma toalha de papel.

2 - Apare o caule da orquídea cerca de um quarto a meia polegada acima do segundo nó para baixo (de onde ocorreu a quebra). O nó exato que você escolhe não é tão importante quanto certificar-se de que cortou toda a matéria vegetal danificada ou infectada. Em caso de dúvida, apare mais abaixo na haste do que você acha que pode precisar.

3 - Agora você tem uma ferida aberta onde aparou o caule. Para garantir que ele não infeccione, pode ser uma boa ideia proteger aquela ferida aberta na planta. Você pode fazer isso facilmente pegando um pouco de pó de canela comum e empilhando-o na haste cortada. Em seguida, bata levemente com o dedo o pó de canela na parte superior do caule. Isso protege o corte de infecções por bactérias e fungos.

É uma boa ideia estacar sua haste com algum tipo de suporte enquanto ela está crescendo e cicatrizando para evitar quebras futuras.

© 2017 Kate Daily


Assista o vídeo: Como replantar uma orquídea phalaenopsis de uma maneira simples e segura.


Comentários:

  1. Khalfani

    Eu acho que cometo erros. Precisamos discutir.

  2. Vujas

    Eu considero, que você não está certo. Escreva-me em PM, comunicaremos.

  3. Wheeler

    Ideia exclusiva))))

  4. Harrington

    Eu não consigo decidir.

  5. Caddaham

    Eu gosto da sua ideia. Ofereça para colocar uma discussão geral.



Escreve uma mensagem


Artigo Anterior

Você poderia pulverizar talstar p no caminhão da árvore frutífera

Próximo Artigo

Árvores frutíferas que podem crescer em ne